sexta-feira, 10 de abril de 2015

Jihadistas do Estado Islâmico (EI) tomaram a maior parte do campo de refugiados de Yarmuk, situado no sul da capital síria, Damasco.

De acordo com Anwar Abdel Hadi, diretor de assuntos políticos da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) em Damasco, “os combatentes do Estado Islâmico lançaram um ataque esta manhã (1º) em Yarmuk e tomaram a maior parte do acampamento"
Parte da oposição armada na Síria prometeu lealdade ao grupo terrorista e facilitou a entrada dos extremistas em Yarmuk, onde a população já vinha sofrendo com os ataques do EI, da Frente al-Nusra e da facção palestina Ansar Beit al-Maqdis.
Yarmuk costumava abrigar cerca de 160 mil refugiados palestinos antes de ter sido sitiado no fogo cruzado, há mais de um ano, e de a maioria dos moradores terem fugido.
Um dos habitantes do campo disse à Sputnik que os civis estavam em pânico enquanto balas voavam nas ruas de Yarmuk.
A entrega de ajuda humanitária do governo sírio, da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos (UNRWA) e do Crescente Vermelho para o acampamento foi interrompida porque os militantes da al-Nusra costumavam disparar contra os comboios humanitários.
video


  
Esses camaradas são os maiores propagadores do comunismo no mundo (aqui)

Osvaldo Aires Bade Comentários Bem Roubados na "Socialização" - Estou entre os 80 milhões Me Adicione no Facebook 

Nenhum comentário:

Postar um comentário