quinta-feira, 30 de abril de 2015

Brasil se distancia de média mundial em ranking de educação. CURITIBA PROVA QUE QUEM MANOBRA A VIOLÊNCIA É O PETISMO!


Ranking feito por entidades privadas compara notas e alfabetização em 40 países

Educação é a pasta mais afetada pelo corte de verba determinado por Dilma - Onde estão os protestos???

O segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, cujo lema é “Pátria Educadora”, começa com um corte de quase R$ 600 milhões nos seus gastos discricionários (não obrigatórios) com Educação. 

A pasta teve o maior contingenciamento das chamadas despesas de custeio nos 39 ministérios do governo petista, conforme o decreto publicado ontem no Diário Oficial da União e assinado pela chefe do Executivo e pelo seu novo titular do Planejamento, Nelson Barbosa. 

O corte nos gastos determinados ontem prevê uma economia por mês de 0,1% do Orçamento anual da União em despesas, o que significa uma restrição orçamentária dos órgãos, fundos e entidades do Poder Executivo de quase R$ 1,9 bilhão por mês. Em relação aos gastos não prioritários, o corte será de 33%.


"Brasil, Pátria educadora" retira mais de R$ 7 bilhões da pasta de Educação






Com o lema “Brasil, Pátria educadora”, Dilma Rousseff deu início em janeiro deste ano ao seu segundo mandato como presidente da República. Maior orçamento de custeio na Esplanada, o Ministério da Educação, apesar do lema, foi o que mais sofreu contenções de gasto neste início de ano.



Antes da aprovação do orçamento de 2015, a pasta poderia gastar R$ 1,761 bilhão por mês. Com as novas contas, a cifra cai para R$ 1,174 bilhão, o que no fim do ano resultará em uma redução de despesas de mais de R$ 7 bilhões para o Ministério que, pelo lema, seria carro-chefe da segunda gestão de Dilma.



A questão, agora, será a forma como cada ministério irá reorganizar seus gastos. A medida vai de encontro ao que era praticado no primeiro mandato de Dilma. Agora, cada pasta terá que equilibrar suas contas afetando as próprias medidas, sem a utilização das “receitas extraordinárias” que eram constantes.

Vídeo A Origem do Mal:


video


Deputado quer derramamento de sangue no Paraná



Deputado Nereu Moura (PMDB), um dos líderes da oposição e cabo eleitoral da Dilma aqui no Paraná. Na Assembleia Legislativa no dia da confusão com os professores. Deixa bem claro qual era a intenção da oposição: derramamento de sangue.


Estilista tem carro depredado durante protesto e desabafa: "É professor que faz isso?" http://bit.ly/1X7ApBH
Posted by UOL Notícias on Quinta, 15 de outubro de 2015





Greve dos professores financiada pela APP, CUT, MST, PSTU, PSOL, PT, PCdoB, PCC, OAB, CNBB, Petrobras, Caixa, BB e afins.
Não entendi ainda porque estão chamando os baderneiros de manifestantes!!!


.

.

.
.

Black-blocs estopim do confronto




O confronto entre a Polícia Militar e os manifestantes começou quando um grupo de 50 black blocs investiram contra a PM, forçando o rompimento do cerco na Assembleia Legislativa.



Pouco a pouco, as imagens mostram o estopim do confronto com a Polícia Militar. Os black blocs forçaram as grades e partiram contra os policiais militares.
.
.


.
.
.
.

Olha o mesmo manifestante ali atrás agora sem a cara tampada carregando a bombona com gasolina

.
Os mesmos atirando pedra contra a polícia
.
Manifestantes pacifico??? carregando uma bombona com gasolina na manifestação no Paraná  

.




Cambada de professores filha da puta



O desespero dos professores da rede pública tem até algum sentido porque estão vendo que não demorará muito para que eles sejam substituídos pela tecnologia. Bastam pequenas alterações na legislação e todo ensino médio poderá ser feito a distância. 



Quem quiser aprender na prática terá de pagar. 



Para o estado é livrar-se de um peso morto enorme. Muitos pais já estão abraçando a ideia e creio que em menos de 5 anos isso esteja ocorrendo. Professor em sala de aula só até o fundamental e olhe lá. O ensino superior já segue o mesmo caminho há uns 5 anos pelo menos de forma crescente e contínua. Se a qualidade é boa é outra história. 



A tendência é essa. O desafio é o governo resolver uma tabela de aposentadoria pela quantidade de anos trabalhados e pagamento de direitos aos que não entrarem nessa faixa. Quando se chegar a tal ponto quem estiver aposentado dê graças ao bom Deus e quem não estiver que se vire e arranje outra função. 

Será bem isso caso não se tenha interesse eleitoreiro da quadrilha por detrás.

.

.
.
A professora aprova

.

.


Traje pra uma manifestação PATRIÓTICA. 

Camiseta e bandeira do Brasil
.


Não deixe um professor comunista adotar seu filho ...e transformá-lo num terrorista imbecil.

Note que o viés vermelho do movimento na rua define a "ideologia" desta gente.

São livros mortais marxistas
Me explica uma coisa se a votação afeta a todos os funcionários do governo paranaense, por que só os professores protestaram? Onde é o racha do funcionalismo público paranaense? Ninguém fala isso na mídia. Acho que este post explica porque o PT quer os Estados ricos vejam a imagem a baixo que denuncia a verdadeira intenção.



Aqui aproveito para mostrar esta foto da principal líder daquele movimento. Em primeiro plano, ela é Marlei Fernandes de Carvalho, ex-presidente do Sindicato Pelego APP, que presta obediência à Dilma e ao PT/CUT. 



A seu lado, Hermes Silva Leão, atual presidente do sindicato.

É bom informar que isso é tinta. Isso é usado para marcar pessoas em manifestações.
Por que usam vermelha? Não sei

Porque será que só tem protesto violento de professores em SP e no PR, estados governados por tucanos?


Isso é manobra da esquerda, tanto é que REQUIÃO E GLEISI estão deitando e rolando, tentando se aproveitar do momento. O MST idem - fomentando confusão! Infelizmente o RICHA jogou o sapo na água para os PETRALHAS E SUA CORJA! 


FALTA ESCLARECER O POVO QUE ISSO É MANOBRA DE POLÍTICO SAFADO!


Ainda há uma outra questão a ser analisada: o impacto das aposentadorias dos servidores públicos sobre o orçamento do Estado. Estes, em geral, se aposentam muito cedo e suas aposentadorias conservam direitos e privilégios que não são usufruídos pelos aposentados da iniciativa privada.


Este temor corporativo dos professores é compreensível. Entretanto, no momento o que está havendo é um oportunismo da oposição petista no Paraná para desestabilizar o governo tucano assim como foi feito nas eleições com os motins nas cadeias do Paraná que são as melhores do Brasil.




FONTE DO TEMPOS DE GUERRA: (aqui)

.

.



O QUE ESPERAR DE QUEM VOTOU A FAVOR DO MARCO CIVIL DA INTERNET? 
....BOLSONARO FOI O ÚNICO QUE VOTOU CONTRA!

Só pra saber alguém ouviu o FHC ou o Aécio se pronunciar alertando para a existência do Foro de SP e do projeto URSAL? 

Se não ouviram isso por si só mostra q eles estão de acordo.Simples assim. Quem não está contra o comunismo,com o comunismo está!

NRBD


OLHEM A BANDEIRA DO SINDICATO DOS PROFESSORES DO PARANÁ

Basta de hipocrisia, se eles estivessem numa sala de aula lecionando, não teriam apanhado. Mas quem está com eles por trás dessa baderna, é a CUT, o MST, os BLACK BLOCKS, o senador Maria Loka (Requião) a Senadora e ex-piranha da UMESC (Gleisi Hoffmann), e o Pinduca Gustavo Fruet, prefeito de Curitiba do PDT, que é apoiado pelo PT. 



Eles infiltram guerrilheiros no movimento, esses iniciam o ataque contra a PM e fogem daí os professores (idiotas úteis), que nada mais são do que uma massa de manobra burra dos petistas, apanham. Tudo isso para os Petralhas poderem descer o cacete na PM – pedir a extinção a deixar só suas milícias.

Tem mais coisa por trás disso do que a imprensa do Paraná e Brasil está falando, aliás, no Paraná tem um tablóidezinho de merda, que se chama Gazeta do Povo, que seguindo a Folha de São Paulo, se avermelhou e quer manipular a opinião pública contra a Polícia do Paraná. Não defendo o Kinder Richa Ovo, pois é outra tralha na política do Brasil e do Paraná. Isso só tem uma solução: Intervenção Militar Já.


Isto é manifestação “pacífica” de “professores”?

Esta imagem não está nos portais:



A que está é essa, claro:





O Brasil se distanciou da média de 40 países em um ranking que compara resultados de provas de matemática, ciência e leitura, e também índices como taxas de alfabetização e aprovação escolar.

No entanto, apesar de ter o seu índice piorado, o país subiu uma posição no ranking – de penúltimo para antepenúltimo – pois o México apresentou queda maior do que o Brasil no índice.

Esta é a segunda edição do relatório produzido pela empresa de sistemas de aprendizado Pearson (ligado ao jornal britânico Financial Times) e pela consultoria britânica Economist Intelligence Unit (EIU).

O Brasil aparece na 38ª posição do ranking, na frente de México e Indonésia – um avanço de um lugar, na comparação com a edição de 2012.

O indicador do ranking é composto a partir duas variáveis: capacidade cognitiva (medida por resultados de alunos nos testes internacionais PISA, TIMSS e PIRLS) e sucesso escolar (índices de alfabetização e aprovação escolar).

O número usado para comparar os países ("escore z") indica o quão longe cada nação está da média dos 40 países (que é zero, nesta escala). Foram analisadas nações da Ásia, da Europa e das Américas – nenhum país africano participa do ranking.

Em 2012, o Brasil havia obtido um escore de -1.65; neste ano o indicador foi de -1,73, o que mostra que o país está mais distante da média dos 40 países. Já o México viu seu escore cair de -1,6 para -1,76. O sinal negativo indica que ambos os países estão abaixo da média dos 40 países.

Os testes usados para criar o ranking
- PISA: prova da OCDE feita com alunos de 15 anos de idade em matemática, ciência e leitura.

- TIMSS: prova mundial de matemática e ciência feita pela entidade independente IEA.

- PIRLS: outra prova da IEA, desta vez sobre leitura, feita com alunos da 4ª série ou equivalente.

O Brasil piorou nas duas variáveis – tanto na capacidade cognitiva (de -2,01 para -2,06) quanto no sucesso escolar (de -0,94 para -1,08).
Os escores são sempre comparados com a média das 40 nações. Então não é possível determinar ao certo se a piora do indicador do Brasil se deve a uma queda no desempenho dos alunos brasileiros, ou se houve uma melhora na média mundial.

Mais professores de ciência e matemática

"Países em desenvolvimento ocupam a metade inferior do ranking, com a Indonésia novamente aparecendo em último lugar entre as 40 nações analisadas, precedida por México e Brasil", diz o relatório produzido junto com o ranking ("A Curva de Aprendizagem").
"É preciso questionar a habilidade dos sistemas educacionais destes países de suportar índices altos de crescimento econômico no longo prazo."

Ranking de educação

Os cinco melhores:

1. Coreia do Sul

2. Japão

3. Cingapura

4. Hong Kong

5. Finlândia

- Os cinco piores:

36. Colômbia

37. Argentina

38. Brasil

39. México

40. Indonésia


Um dos capítulos do relatório discute "lições a serem aprendidas por países em desenvolvimento" e conta com contribuições de Maria Helena Guimarães de Castro, diretora da Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados), um centro de pesquisas do governo do Estado de São Paulo.

Castro é citada no relatório dizendo que o Brasil precisa de um aumento de 30% no número de professores de ciência e matemática para aliviar as pressões sob o contingente atual - que está sobrecarregado e carece de treinamento.

"Nós não temos professores porque essa carreira não é atraente. Isso é um problema que não será resolvido a não se que o governo e os governantes decidam mudar isso", diz a diretora do Seade, no documento da Pearson e EIU.

Ásia em alta

No topo do ranking, a novidade desta edição é a queda dos países escandinavos e a ascensão de asiáticos.

A Finlândia, que liderava a edição de 2012, viu seu escore piorar de 1,26 para 0,92 – caindo quatro posições e sendo ultrapassada por Coreia do Sul, Japão, Cingapura e Hong Kong. O relatório afirma que países escandinavos, como Suécia e Finlândia, tem visto nos últimos anos as notas de seus alunos piorarem nos testes internacionais.

A Coreia do Sul é o país com a melhor média em relação às 40 nações. Um dos destaques positivos do ranking foi a Rússia, cujos alunos melhoraram suas notas nas avaliações. Com isso, a Rússia subiu sete posições, de 20° para 13°.




A OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) mantém um ranking da educação em 36 países, no qual o Brasil atualmente amarga a penúltima posição, à frente somente do México. Como critérios avaliados pela organização estão o desempenho dos alunos no PISA, a média de anos que os alunos passam na escola e a porcentagem da população que está cursando ensino superior.



Como destaques no ranking aparecem Finlândia, Japão e Suécia. E você? Acha que a educação no Brasil vai alcançar esse nível algum dia?





PT, MST, UNE, CUT E BLACK BLOC QUEREM PROMOVER O CAOS... estão usando os professores. 
EM CURITIBA E EM TODO O BRASIL.

Greve dos professores financiada pela APP, CUT, MST, PSTU, PSOL, PT, PCdoB, PCC, OAB, CNBB, Petrobras, Caixa, BB e afins



Professores protestam nas ruas de Curitiba alguém duvida que são comunistas?
.






.

.

.
.

Isso são professores? Se caso for, quero os bem longe dos meus filhos e sobrinhos!


.

.


.

.
.
.


EM SÃO PAULO FOI ASSIM


.

Percebam o golpe: O próprio PT armou a greve dos professores; o próprio PT colocou Black Bloks para vandalizar; o próprio PT travestiu a Força Nacional do Lula em "Polícia Militar"; o próprio PT mandou essa suposta PM atacar a todos, para apresentar isso a toda a opinião pública, contra a verdadeira PM que luta pelos cidadãos. 

RESULTADO: O PT sai ileso e ainda ganha força para acabar com nossas defesas militares. É bem engenhoso, e olhem que isso já vem acontecendo a anos. Servirá também para tirar o foco da libertação na Lava Jato, claro!



Manifestação contra mudanças em leis trabalhistas terminou com tiros de borracha, bombas, pedras e 170 feridos.


O confronto no Paraná foi meticulosamente planejado por extremistas e por profissionais da baderna



Ah, eu também fiquei indignado com o que vi ontem no Paraná. Busquei informações com o governo. A sequência que vai abaixo deriva dessa conversa. Os sindicalistas têm outra versão? Há vídeos, que vão ao ar daqui a pouco, indicando os métodos a que recorreram os patriotas. Insisto: que a Polícia Militar não abra mão de investigar se houve excessos. Mas não dá para mascarar o que se deu por lá.

Proteção a tucanos e prevenção contra petistas? Uma ova! Fernando Pimentel, por exemplo, aquele que condecora João Pedro Stedile, é governador de Minas. Se professores ou quaisquer outras categorias agirem como vândalos contra a sua gestão, serão criticados severamente aqui. Acontece que, curiosamente, onde o PT é governo, essas cenas de selvageria não costumam acontecer. Daqui a pouco, os vídeos.

1– Em fevereiro, o governo do Estado encaminhou à Assembleia um conjunto de medidas para restabelecer o equilíbrio das finanças estaduais, afetadas pela retração da economia e por quatro anos de discriminação ao Paraná promovida pelo governo federal, sob o comando de representantes do Estado que ocupavam postos-chave no primeiro governo Dilma Rousseff.

2– Parte dessas medidas promovia alterações no sistema de Previdência do Estado (ParanaPrevidência). Nenhuma delas coloca em risco o pagamento de pensões ou a solvência do sistema. Ao contrário. Foram pensadas para garantir a solvência, para futuras gerações, de um sistema que vai ter de absorver mais 30 mil inativos só nos próximos cinco anos.

3 – A reação da APP Sindicato foi promover uma greve, que durou 29 dias, e invadir e ocupar o plenário da Assembleia em 10 de fevereiro. Instalações foram depredadas, deputados, intimidados e impedidos de trabalhar e até de circular no prédio, exceção aberta apenas àqueles alinhados com as posições do sindicato. A Assembleia foi ocupada e impedida de funcionar até que as mensagens do governo fossem retiradas.

4 – Atendendo à reivindicação dos professores, uma nova proposta foi exaustivamente discutida por dois meses com representantes da APP Sindicato e foi reapresentada à Assembleia, onde tramitou normalmente. Quando se aproximou o momento da votação, a APP, numa clara demonstração de que seus objetivos são políticos e nada têm a ver com os legítimos interesses da categoria, resolveu apelar novamente para a violência.

5 – No sábado (25/04) anterior à semana em que a projeto de lei da ParanaPrevidência iria a votação, a APP decretou mais uma greve. Por não ter objeto, ter objetivos claramente políticos, foi declarada ilegal pelo desembargador Luiz Mateus de Lima, do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR). O magistrado ordenou a volta às aulas sob pena de multa R$ 20 mil a R$ 40 mil diários. A decisão do Judiciário foi ignorada pelo comando do Sindicato dos Professores, e a APP partiu para mais uma tentativa violenta e ilegal de imobilizar o funcionamento do Legislativo.

6 – Os antecedentes de invasão violenta e depredação da Assembleia em fevereiro levaram a Mesa Diretora da Alep a solicitar um interdito proibitório antecipando uma nova invasão APP Sindicato durante a votação  da matéria sobre a Previdência. O juiz Eduardo Lourenço Bana, do Tribunal de Justiça do Paraná, proibiu nova invasão da Assembleia “e assemelhados” e estabeleceu uma multa diária de R$ 100 mil para o caso de o sindicato turbar ou esbulhar a posse da Assembleia.

7 – O magistrado autorizou “desde já a requisição de reforço policial para cumprimento da ordem” e adiantou, no seu despacho, que “a APP-Sindicato, com o intuito de inviabilizar a votação de projeto de lei contrário aos seus interesses, pretende organizar novo cerco e invasão à Assembleia Legislativa”. O juiz justificou seu despacho com os antecedentes: “Oportuno consignar que recentemente a requerida organizou movimento similar, que culminou na invasão do prédio público, com danos materiais, tentativa de agressão a parlamentares e necessidade de intervenção judicial, com aplicação de multa e expedição de mandado de reintegração de posse”.

8 – A força policial determinada pela Justiça posicionou-se no entorno da Assembleia desde a véspera da votação, no sábado (25/04), para garantir o funcionamento do Legislativo. Indiferente à decretação da ilegalidade da greve e da proibição de invadir ou cercear o funcionamento da Assembleia, a APP promoveu o cerco das imediações da Assembleia a partir da segunda-feira (27). Várias tentativas de forçar a entrada e de cercar a Assembleia, com confronto com os policiais que estenderam cercas de segurança em torno do prédio da Alep, foram feitas já na terça-feira (28).

9 – Ontem, quarta-feira (29), antes do confronto, os professores e seus aliados radicais tomaram mais medidas arbitrárias e flagrantemente ilegais. Em uma tentativa de impedir que os deputados tivessem acesso a Assembleia, estabeleceram bloqueios em todas as ruas que davam acesso a Alep, obrigando os motoristas a permitir revistas a seus veículos, incluindo aí os porta-malas.

10 – Por volta das 15h, os professores sob o comando da APP, liderados por aliados radicalizados, que usavam máscaras antigás, portavam coquetéis molotov, bombas caseiras e estavam armados de paus e pedras, partiram para o confronto direto e violento com a Polícia Militar, que mantinha uma área de segurança, com cercas em torno da Assembleia, no cumprimento a determinação judicial de garantir o livre funcionamento do Legislativo.

11 – Embora visualmente impressionantes e chocantes, as imagens do conflito, quando encaradas objetivamente, mostram apenas policiais militares reagindo a ataques de uma multidão enfurecida e radicalizada, instigada por lideranças irresponsáveis, despreocupadas com possíveis consequências graves desse tipo de confronto. A Polícia Militar foi obrigada, para cumprir uma deliberação judicial, a tomar as medidas necessárias para conter uma turba que avançava violentamente, com o objetivo expresso de invadir a Assembleia e impedir o funcionamento de um Poder legítimo.

12 – Ninguém, a não ser os mais soturnos cultivadores da máxima do quanto pior melhor — eles existem e são bem conhecidos —, pode estar comemorando os resultados desse confronto lastimável. Por mais que todos os cidadãos de boa-fé lastimem o confronto e os feridos — tanto manifestantes como policiais —, é preciso levar em conta as alternativas. Desrespeitar a determinação judicial que garantia o livre funcionamento do Legislativo, permitir uma nova invasão da Assembleia e a paralisação dos trabalhos da Casa, tudo isso equivaleria a entregar o comando de um Poder legitimamente eleito ao arbítrio de uma categoria radicalizada, sob o comando de lideranças que perderam qualquer vestígio de equilíbrio e bom senso.

Por Reinaldo Azevedo

VÍDEOS DEIXAM CLARO QUE POLÍCIA DO PARANÁ REAGIU AO ATAQUE DE BANDIDOS, DE VÂNDALOS, DE MARGINAIS

Assistam a este vídeo. Volto em seguida.


Vândalos tentam invadir Assembleia Legislativa durante manifestação dos professores grevistas

Eu não endosso a violência de ninguém: nem de manifestantes nem da Polícia. Mas a sociedade democrática tem princípios organizadores, e sou atento a eles. Como fica claro no post anterior, a Assembleia Legislativa do Paraná estava protegida por determinação judicial. A greve havia sido declarada ilegal — entre outras razões, porque não se reconheciam nem objeto nem objetivo. A causa alegada — eventual prejuízo para servidores aposentados — é falsa como nota de R$ 3. O sindicato dos professores, a exemplo do que ocorre em quase todo o país, é só um braço do PT e da CUT. Trata-se de política, não de justa reivindicação.
No alto, há um vídeo; abaixo, outros. Vejam como os ditos “manifestantes” se comportaram. A PM não bateu em professores, como se diz por aí. A PM enfrentou vândalos, enfrentou bandidos, enfrentou marginais. Eu não posso crer que professores, que homens e mulheres dedicados à educação de jovens e crianças, se comportem como os meliantes que aparecem nos filmes.
Eu estou pouco me lixando para as lagrimas de compadecimento dos coleguinhas de esquerda das redações. Já vi esse filme em 2013, em São Paulo, com o Movimento Passe Livre. Em três manifestações seguidas, os caras barbarizaram a cidade, sem reação da Polícia, que tentou dialogar. Receberam como resposta ônibus incendiados, bancos atacados, estações do Metrô depredadas e policiais com a cabeça rachada. Quando a PM reagiu, aí começou a grita na imprensa.
Houve excesso em Curitiba, inclusive contra jornalistas, como se diz? Que se apurem as irregularidades eventuais e que os responsáveis sejam punidos. Mas eu jamais deixarei de considerar que a Polícia Militar é um dos entes que detém o monopólio do uso legítimo da força. Os bandidos que vemos nesses vídeos não gozam dessa prerrogativa. De resto, que as imagens sejam usadas para processar esses vândalos.

De quem partiu o ataque?


Com máscaras, preparando coquetel molotov

Os black blocs e as armas dos “patriotas”



Não existe DEMOCRACIA na base da PORRADA !!! by @ReinaldoAzevedo - @RachelSherazade




.





















Aulinha sobre gramscismo:



1 - Aparelhamento do STF. (Status: OK)

2 - Aparelhamento do TSE. (Status: OK)

3 - Aparelhamento da OAB. (Status: OK)

4 - Instrumentalização da CNBB - destruição das igrejas cristãs: Teologia da Libertação (católica),  Teologia da Missão Integral (protestantes). (Status: OK)

5 - Material didático proselitista e conteúdo ideológico fornecido e difundido pelo MEC. (Status: OK)

6 - Falta de transparência e lisura no processo eleitoral. (Status: OK)

7 - Ocupação em pontos estratégicos na mídia impressa, digital e televisiva. (Status: OK)

8 - Blogs e MAVs financiados pelo governo para assassinar a reputação de adversários políticos e de figuras públicas. (Status: OK)

9 - Sucateamento da PF, polícias e FFAA com criação de milicias: MST, Black Bloc, CUT, UNE, Força Nacional, PCC, Milícias do Rio de JaneiroFARC - Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia. (Status: OK)

10 - Uso da máquina estatal para suprimir críticos do governo. (Status: OK)

11 - Utilização das estatais como troca de favores políticos para aumentar a base aliada no congresso e financiamento de caixa dois. (Status: OK)

12 - Controle Governamental da Internet e Regulação da Mídia. Vulgo: Marco Civil e HumanizaRedes. (Status:OK)

13 - Partido subordinado a um órgão internacional de alinhamento ideológico e associado à Farc (narcoguerrilheiros) e terroristas internacionais. Vulgo: FORO DE SP. (Status:OK)

14 - Desarmamento da população como forma de controle social. (Status: OK)

15 - Destruição da Família. (Status: OK)

16 - Poderes políticos, através de um plebiscito Constituinte, para coletivos-não eleitos financiados pelo governo. Vulgo: Reforma Política. (Status: a caminho)

17 - Polícia subordinada exclusivamente ao governo central. Vulgo: Desmilitarização da PM. (Status: a caminho)

A piroca é grande, né?
1º - Templo de Salomão esconde quartel militar do PT (aqui)

2º - Por que esconder a real intenção da Teologia da Missão Integral? (aqui)


.





Não tenham dúvidas do que está acontecendo. Os poderes deste mundo estão implantando à força um projeto completo e abrangente de civilização, onde o Estado, associado a meia dúzia de grandes grupos econômicos (Eike Batista, Abílio Diniz, Friboi, Empreiteiras, Bradesco, Itau, Empresas Estatais e etc) teram o controle total da sociedade.


O maior número possível de famílias será dissolvido (nos EUA já são 50 por cento), reduzindo as massas um aglomerado de indivíduos atomizados, sem ligações orgânicas, só associados por justaposição mecânica regulamentada, isto é, pela mediação do Estado, vivendo num estado de permanente excitação sexual e alucinógena sem descanso possível, enquanto apenas 10 por cento da população trabalham para sustentá-los. 

Esse é o projeto 

Gayzismo, abortismo, ecologismo e todos os movimentos de esquerda não são senão instrumentos para realizar o projeto. O livro do Malachi Martin, "Windswept House", descreve o esforço da elite globalista para integrar e usar a Igreja como instrumento desse projeto; esforço que, no tempo de João Paulo II, já estava quase vitorioso. Amoldar a Igreja aos "valores da nova civilização" é parte integrante desse projeto, e é IMPOSSÍVEL que o Papa não saiba disso.

As alternativas são o Califado e o Império Eurasiano. O Papa poderia virar o tabuleiro em 24 horas, mas não do jeito que ele está fazendo.

O que o ecologismo tem com esse projeto?

"Salvar o planeta" é a melhor desculpa para controlar todas as fontes de energia, toda a produção de alimentos etc e etc...

Acho que o papa Bento XVI abdicou para não ser o porta-voz do projeto globalista.


Black Blocs promovem guerrilha em Curitiba ao custo do sangue de professor - Por Eder Borges



.




Dilma manda a Força Nacional descer a porrada nos Caminhoneiro


Clube Militar - A Luta Armada no Brasil e o Dever do Estado - Dr Ives Gandra




1º - Cláudio de Moura Castro Os meninos-lobos (aqui)

.

2º - Brasil continua na 85ª posição no ranking mundial de IDH; veja resultado de todos os países (aqui)

  
Esses camaradas são os maiores propagadores do comunismo no mundo (aqui)

Osvaldo Aires Bade Comentários Bem Roubados na "Socialização" - Estou entre os 80 milhões Me Adicione no Facebook 

Um comentário:

  1. São as idiolugias alienígenas que pululam em nosso torrão pátrio, governado hoje pela búlgara e pelo comunismo internacional e pelo Foro de Sumpaulo! Homessa! Socorro! Vermelhos! 1500 policiais atirando gás e balas de borracha, coitadinhos! E o valoroso presidente da ALEP dizendo que o que ocorre fora da casa não é do interesse deles! São homens íntegros! Só querem uma mordida maior na previdência dos servidores (os que vocês mostram dizendo que não são professores). Parabéns aos nossos bravos militares e aos homens da lei que garantem no cacete os direitos de todos! Porrada para todos! E quem for contra, eu prendo e arrebento! Mais bombas para o Riocentro, é disso que nós precisamos! Uhú!!!

    ResponderExcluir